Papa Francisco: Deus é o Amigo fiel e seu amor nunca falha

Voltar

Publicado em: 13 de janeiro de 2021

Papa Francisco: Deus é o Amigo fiel e seu amor nunca falha

Na audiência geral desta quarta-feira, 13 de janeiro, o Papa Francisco descreveu a importância de rezar a Deus, mesmo nos momentos difíceis, e lembrou que o fundamento do louvor é que “Deus é o Amigo fiel, e o seu amor nunca falha”.

 

“Os Santos e as Santas demonstram-nos que podemos louvar sempre, nos momentos bons e maus, pois Deus é o Amigo fiel. Este é o fundamento do louvor: Deus é o Amigo fiel, e o seu amor nunca falha. Ele está sempre ao nosso lado, espera-nos sempre”, indicou o Papa.

 

Nesta linha, o Santo Padre disse que alguém definiu Deus como “sentinela” porque “está próximo de ti e faz com que vás em frente com segurança”, por isso, o Papa convidou: “nos momentos difíceis e escuros, encontremos a coragem de dizer: ‘Bendito és tu, ó Senhor’. Louvar o Senhor. Isto far-nos-á bem”.

 

Ao continuar com a sua série de catequeses sobre a oração, o Pontífice se detém em “uma passagem crítica da vida de Jesus” contada no Evangelho de São Mateus “depois dos primeiros milagres e da participação dos discípulos no anúncio do Reino de Deus, a missão do Messias sofre uma crise. João Batista duvida: ‘És tu aquele que há de vir, ou devemos esperar outro?’”.

 

Desta forma, o Santo Padre reconheceu que “na vida há sempre momentos escuros, momentos de noite espiritual, e João está a passar um momento como esse”.

 

O Papa assinalou o exemplo de Jesus para indicar a importância de louvar a Deus e destacou o capítulo 11 de São Mateus que descreve um “momento de decepção”, quando o povo mostrou hostilidade pelos sinais prodigiosos de Jesus e justamente naquele momento, “Jesus não eleva ao Pai uma lamentação, mas um hino de júbilo: ‘Bendigo-te, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos’”.

 

“Em plena crise, em plena escuridão na alma de tantas pessoas, como João Batista, Jesus bendiz o Pai, Jesus louva o Pai. Mas, porquê?”, perguntou o Papa.

 

Em primeiro lugar, o Santo Padre explicou que Jesus Cristo louvou a Deus Pai graças à filiação divina, já que “antes de mais, louva-o pelo que é: ‘Pai, Senhor do céu e da terra’” e acrescentou que “Jesus rejubila-se no seu espírito porque sabe e sente que o seu Pai é o Deus do universo e, vice-versa, o Senhor de tudo o que existe é o Pai, ‘o meu Pai’. O louvor brota desta experiência de sentir-se o ‘filho do Altíssimo’. Jesus sente-se filho do Altíssimo”.

 

Além disso, o Papa explicou que “Jesus louva o Pai porque prefere os pequeninos” e acrescentou que “é o que Ele próprio experimenta, pregando nas aldeias: os ‘entendidos’ e os ‘sábios’ permanecem desconfiados e fechados, fazem cálculos; enquanto os ‘pequeninos’ abrem-se e acolhem a mensagem”.

 

Por isso, o Santo Padre encorajou: “também nós devemos regozijar-nos e louvar a Deus porque as pessoas humildes e simples aceitam o Evangelho” e recordou “estas pessoas simples, esta gente humilde que vai em peregrinação, que reza, canta, louva, gente à qual talvez faltam muitas coisas, mas a humildade leva-as a louvar a Deus”.

 

“No futuro do mundo e nas esperanças da Igreja há sempre os ‘pequeninos’: aqueles que não se consideram melhores do que os outros, que estão conscientes dos próprios limites e dos seus pecados, que não querem dominar os outros, que em Deus Pai se reconhecem todos irmãos”, alertou.

 

Neste sentido, o Papa sublinhou que “naquele momento de aparente fracasso, no qual tudo é escuridão, Jesus reza, louvando o Pai” por isso encorajou “a julgar de um modo diferente as nossas derrotas pessoais, as situações em que não vemos claramente a presença e a ação de Deus, quando parece que o mal prevalece e não há maneira de o impedir”.

 

“Jesus, que tanto recomendou a oração de súplica, precisamente no momento em que teria motivos para pedir explicações ao Pai, ao contrário passa a louvá-lo. Parece uma contradição, mas a verdade está nisto”, acrescentou.

 

Desta forma, o Papa explicou que o momento de louvor “deve ser praticado não só quando a vida nos enche de felicidade, mas sobretudo nos momentos difíceis, nos momentos escuros quando o caminho é íngreme” e também “Jesus que no momento escuro louva o Pai. Pois aprendemos que através daquela subida, daquele caminho difícil, daquela vereda cansativa, daquelas passagens desafiadoras, se consegue ver um novo panorama, um horizonte mais aberto”.

 

“Louvar é como respirar oxigênio puro: purifica-te a alma, faz com que olhes para longe, não te aprisiona no momento difícil e escuro das dificuldades”, acrescentou o Papa.

 

Oração de São Francisco

 

Então o Santo Padre recordou o exemplo de São Francisco de Assis quando escreveu a oração do “Cântico das Criaturas” no final da sua vida, oração que “não o compôs num momento de alegria, de bem-estar, mas, pelo contrário, no meio das dificuldades”.

 

O Papa relatou que São Francisco escreveu esta oração quando “estava quase cego e sentia na sua alma o peso de uma solidão que nunca tinha sentido antes: o mundo não mudou desde o início da sua pregação, ainda há aqueles que se deixam dilacerar por disputas e, além disso, ele ouve aproximar-se os passos da morte”.

 

“Poderia ser o momento da desilusão, daquela extrema desilusão e a percepção do próprio fracasso. Mas naquele instante de tristeza, naquele momento de escuridão, Francisco reza. De que modo reza?  ‘Louvado sejais, ó meu Senhor…’. Reza louvando. Francisco louva a Deus por tudo, por todos os dons da criação e até pela morte, que com coragem chama ‘irmã’, ‘irmã morte’”, frisou o Papa.

 

Por fim, o Santo Padre destacou que “estes exemplos dos Santos, dos cristãos, também de Jesus, de louvar a Deus nos momentos difíceis, abrem-nos as portas de um caminho muito grande rumo ao Senhor e purificam-nos sempre. O louvor purifica sempre”, então concluiu perguntando: “para quem é útil o louvor? Para nós ou para Deus?”.

 

“A prece de louvor é útil para nós”, o Papa respondeu com o prefácio comum IV do Missal Romano que diz: “não necessitais do nosso louvor, mas através de um dom do vosso amor chamais-nos a dar-vos graças; os nossos hinos de bênção não aumentam a vossa grandeza, mas obtêm para nós a graça que nos salva”.

 

 

 

Fonte: acidigital

Share Button
Tags: amigo fiel, Audiência Geral, Papa, Papa Francisco,

Nenhum comentário foi realizado, sejá o primeiro!

Deixe o seu comentário!

<
>
  • VITÓRIA PELA ORAÇÃO

    Vitória pela oração

    por apenas R$ 9,52

  • MORTE: LUCRO OU PERDA?

    Morte: lucro ou perda?

    por apenas R$ 9,52

  • O FOGO DE PENTECOSTES

    O fogo de pentecostes

    por apenas R$ 11,84

  • O MANUAL DA FELICIDADE

    O manual da felicidade

    por apenas R$ 11,12

  • CURA DAS EMOÇÕES EM CRISTO

    Cura das emoções em cristo

    por apenas R$ 10,32

  • BATALHA ESPIRITUAL

    Batalha espiritual

    por apenas R$ 13,60

  • CURA DAS ENFERMIDADES

    Cura das enfermidades

    por apenas R$ 10,00

  • ORAÇÕES DE CURA E  LIBERTAÇÃO

    Orações de cura e libertação

    por apenas R$ 10,32

  • ACENDA A LUZ

    Acenda a luz

    por apenas R$ 13,20

  • COMO REZAR PELA CURA ENTRE AS GERAÇÕES

    Como rezar pela cura entre as gerações

    por apenas R$ 10,00

  • COLHENDO PROSPERIDADE

    Colhendo prosperidade

    por apenas R$ 7,92

  • DEVOCIONÁRIO À N. SRA. DOS PRAZERES E À DIVINA MISERICÓRDIA

    Devocionário à n. sra. dos prazeres e à divina misericórdia

    por apenas R$ 4,80

  • CATÓLICO PODE OU NAO PODE? POR QUE?

    Católico pode ou nao pode? por que?

    por apenas R$ 12,80

  • CATÓLICO PODE OU NAO PODE? POR QUÊ? II

    Católico pode ou nao pode? por quê? ii

    por apenas R$ 12,80

  • O MILAGRE DA EUCARISTIA PARA VOCÊ

    O milagre da eucaristia para você

    por apenas R$ 14,32

  • CERCO DE JERICÓ O CAMINHO DA VITÓRIA

    Cerco de jericó o caminho da vitória

    por apenas R$ 13,20

  • O TEMPO DOS MILAGRES

    O tempo dos milagres

    por apenas R$ 16,80

  • ENVIA O ESPÍRITO SANTO NOVENAS PENTECOSTES

    Envia o espírito santo novenas pentecostes

    por apenas R$ 11,92

  • VISITEMOS JESUS SACRAMENTADO

    Visitemos jesus sacramentado

    por apenas R$ 13,20

  • ELES ENCONTRARAM A FELICIDADE. E VOCÊ?

    Eles encontraram a felicidade. e você?

    por apenas R$ 18,90

  • MAIO COM MARIA

    Maio com maria

    por apenas R$ 6,24

  • O MÊS DE SÃO JOSÉ  DOUTRINA, ORAÇÕES, EXEMPLOS

    O mês de são josé doutrina, orações, exemplos

    por apenas R$ 8,80

  • O GRANDE, O HUMILDE  SÃO MIGUEL

    O grande, o humilde são miguel

    por apenas R$ 10,00

  • MÊS DO CORAÇÃO DE JESUS

    Mês do coração de jesus

    por apenas R$ 11,20

  • MENSAGENS ENCONTRO COM CRISTO

    Mensagens encontro com cristo

    por apenas R$ 14,32

Abrir WhatsApp