Papa aprova promulgação de decretos com reconhecimento de milagres, martírios e virtudes heroicas

Voltar

Publicado em: 29 de novembro de 2019

Papa aprova promulgação de decretos com reconhecimento de milagres, martírios e virtudes heroicas

Desta vez, nenhuma causa era relacionada diretamente ao Brasil e a países lusófonos.

 

 

O Santo Padre recebeu em audiência na quinta-feira (28/11), no Vaticano, o cardeal Angelo Bécciu, prefeito da Congregação das Causas dos Santos, ao qual autorizou a promulgação de Decretos concernentes a três milagres, martírios e virtudes heroicas de seis Servos de Deus.

 

 

O primeiro milagre é atribuído à intercessão do Beato Luís Maria Palazzolo, – sacerdote, Fundador do Instituto das Irmãs dos Pobres ou Instituto Palazzolo, – que nasceu em 10 de dezembro de 1827, em Bergamo, norte da Itália, e faleceu em 15 de junho de 1886;

 

 

O segundo milagre é atribuído à intercessão do Venerável Servo de Deus, Olinto Marella, sacerdote diocesano – que nasceu em 14 de junho de 1882, em Pellestrina, na região italiana do Vêneto, e faleceu em 6 de setembro de 1969, em São Lázaro de Savena, perto de Bolonha (Itália);

 

 

O terceiro milagre é atribuído à intercessão do Venerável Servo de Deus, José Ambrosoli, – sacerdote dos Missionários Combonianos do Coração de Jesus, – que nasceu em Ronago (Itália), em 25 de julho de 1923, e faleceu em 27 de março de 1987, em Lira (Uganda).

 

 

O Papa autorizou a Congregação das Causas dos Santos a promulgar também os Decretos concernentes a 17 martírios: o do Servo de Deus, Caetano Giménez Martín, e seus 15 Companheiros, sacerdotes e leigos, mortos por ódio à fé, durante a guerra civil na Espanha, em 1936; e o martírio do Servo de Deus, João Francisco Macha, sacerdote diocesano, que nasceu em 18 de janeiro de 1914, em Chorzów (Polônia), e morreu, por ódio à fé, em Katowice (Polônia), em 3 de dezembro de 1942.

 

 

Por fim, a Congregação das Causas dos Santos foi autorizada por Francisco a promulgar seis virtudes heroicas:

 

 

– as virtudes do Servo de Deus, Ovídio Charlebois, da Congregação dos Missionários Oblatos de Maria Imaculada, Bispo e Vigário Apostólico de Keewatin – nascido em 17 de fevereiro de 1862, em Oka (Canadá), e falecido em 20 de novembro de 1933, em Le Pas (Canadá);

 

 

– as virtudes heroicas do Servo de Deus, Michael Wittmann, Bispo e auxiliar de Regensburg, Alemanha, – nascido em 22 de janeiro de 1760, em Finkenhammer, e falecido em 8 de março de 1833, em Regensburg (Alemanha);

 

 

– as virtudes heroicas do Servo de Deus, Olinto Fedi, sacerdote diocesano, fundador da Congregação das Franciscanas da Imaculada – nascido em 3 de outubro de 1841, em Signa (Itália), e ali falecido em 23 de janeiro de 1923;

 

 

– as virtudes heroicas do Servo de Deus, Tiago Búlgaro, religioso professo da Ordem dos Frades Menores Conventuais – nascido em 29 de janeiro de 1879, em Corticelle de Pieve (Itália), e falecido em 27 de janeiro de 1967, em Brescia norte da Itália;

 

 

– as virtudes heroicas da Serva de Deus, Joana Maria Batista Solimani, monja, fundadora das Irmãs Romitas e dos Missionários de São João Batista, – nascida em 12 de maio de 1688, em Gênova (Itália), onde faleceu em 8 de abril de 1758;

 

 

– e, por fim, as virtudes heroicas da Serva de Deus, Ana de Jesus de Lobera, religiosa professa da Ordem dos Carmelitas Descalças, – nascida em 25 de novembro de 1545, em Medina del Campo (Espanha), e falecida em 4 de março de 1621, em Bruxelas

 

 

Fonte: Vatican News

Share Button
Tags: martirios, milagres, Papa Francisco, Reconhecimento, Santos e Beatos, virtudes,

Nenhum comentário foi realizado, sejá o primeiro!

Deixe o seu comentário!

<
>