Leituras do dia - 24/4/2019

Ver todo o calendário

  • Oitava da Páscoa

     

     

    At 3,1-10

     

     

    1 Pedro e João iam subindo ao templo para rezar à hora nona. 2 Nisto levavam um homem que era coxo de nascença e que punham todos os dias à porta do templo, chamada Formosa, para que pedisse esmolas aos que entravam no templo. 3 Quando ele viu que Pedro e João iam entrando no templo, implorou a eles uma esmola. 4 Pedro fitou nele os olhos, como também João, e disse: Olha para nós. 5 Ele os olhou com atenção esperando receber deles alguma coisa. 6 Pedro, porém, disse: Não tenho nem ouro nem prata, mas o que tenho eu te dou: em nome de Jesus Cristo Nazareno, levanta-te e anda! 7 E tomando-o pela mão direita, levantou-o. Imediatamente os pés e os tornozelos se lhe firmaram. De um salto pôs-se de pé e andava. 8 Entrou com eles no templo, caminhando, saltando e louvando a Deus. 9 Todo o povo o viu andar e louvar a Deus. 10 Reconheceram ser o mesmo coxo que se sentava para mendigar à porta Formosa do templo, e encheram-se de espanto e pasmo pelo que lhe tinha acontecido.

  • Oitava da Páscoa

     

     

    Salmo 104,1-9

     

     

    Resposta: “Exulte o coração dos que buscam o Senhor.”

     

     

    1 Aleluia. Celebrai o Senhor, aclamai o seu nome, apregoai entre as nações as suas obras.
    2 Cantai-lhe hinos e cânticos, anunciai todas as suas maravilhas.

     

     

    3 Gloriai-vos do seu santo nome; rejubile o coração dos que procuram o Senhor.
    4 Recorrei ao Senhor e ao seu poder, procurai continuamente sua face.

     

     

    5 Recordai as maravilhas que operou, seus prodígios e julgamentos por seus lábios proferidos,
    6 ó descendência de Abraão, seu servidor, ó filhos de Jacó, seus escolhidos!

     

     

    7 É ele o Senhor, nosso Deus; suas sentenças comandam a terra inteira.
    8 Ele se lembra eternamente de sua aliança, da palavra que empenhou a mil gerações,
    9 que garantiu a Abraão, e jurou a Isaac,

  • Oitava da Páscoa

     

     

    Lc 24,13-35

     

     

    13 Nesse mesmo dia, dois discípulos caminhavam para uma aldeia chamada Emaús, distante de Jerusalém sessenta estádios. 14 Iam falando um com o outro de tudo o que se tinha passado. 15 Enquanto iam conversando e discorrendo entre si, o mesmo Jesus aproximou-se deles e caminhava com eles. 16 Mas os olhos estavam-lhes como que vendados e não o reconheceram. 17 Perguntou-lhes, então: De que estais falando pelo caminho, e por que estais tristes? 18 Um deles, chamado Cléofas, respondeu-lhe: És tu acaso o único forasteiro em Jerusalém que não sabe o que nela aconteceu estes dias? 19 Perguntou-lhes ele: Que foi? Disseram: A respeito de Jesus de Nazaré... Era um profeta poderoso em obras e palavras, diante de Deus e de todo o povo. 20 Os nossos sumos sacerdotes e os nossos magistrados o entregaram para ser condenado à morte e o crucificaram. 21 Nós esperávamos que fosse ele quem havia de restaurar Israel e agora, além de tudo isto, é hoje o terceiro dia que essas coisas sucederam. 22 É verdade que algumas mulheres dentre nós nos alarmaram. Elas foram ao sepulcro, antes do nascer do sol; 23 e não tendo achado o seu corpo, voltaram, dizendo que tiveram uma visão de anjos, os quais asseguravam que está vivo. 24 Alguns dos nossos foram ao sepulcro e acharam assim como as mulheres tinham dito, mas a ele mesmo não viram. 25 Jesus lhes disse: Ó gente sem inteligência! Como sois tardos de coração para crerdes em tudo o que anunciaram os profetas! 26 Porventura não era necessário que Cristo sofresse essas coisas e assim entrasse na sua glória? 27 E começando por Moisés, percorrendo todos os profetas, explicava-lhes o que dele se achava dito em todas as Escrituras. 28 Aproximaram-se da aldeia para onde iam e ele fez como se quisesse passar adiante. 29 Mas eles forçaram-no a parar: Fica conosco, já é tarde e já declina o dia. Entrou então com eles. 30 Aconteceu que, estando sentado conjuntamente à mesa, ele tomou o pão, abençoou-o, partiu-o e serviu-lho. 31 Então se lhes abriram os olhos e o reconheceram... mas ele desapareceu. 32 Diziam então um para o outro: Não se nos abrasava o coração, quando ele nos falava pelo caminho e nos explicava as Escrituras? 33 Levantaram-se na mesma hora e voltaram a Jerusalém. Aí acharam reunidos os Onze e os que com eles estavam. 34 Todos diziam: O Senhor ressuscitou verdadeiramente e apareceu a Simão. 35 Eles, por sua parte, contaram o que lhes havia acontecido no caminho e como o tinham reconhecido ao partir o pão.

     

     

    Comentário:

     

     

    Reconheceram-no ao partir o pão — Jesus ressuscitou para ficar conosco. Por isso, «pôs-se a caminho com eles». Desalentos e «sombras» da vida chamam por Ele e o trazem a nós, mais perto, mais comprometido. O caminho de Jesus é o homem. Está conosco na palavra revelada, que Ele mesmo nos explica agora pelo magistério da Igreja. Só ensinados por Ele podemos aceitar que é preciso sofrer para entrar na glória. Está conosco na «fração do Pão», com o qual nos alimenta e robustece para irmos aos outros.

     

     

    «Fica conosco». As demoras de Deus são fingimentos do amor. Demora para que eu insista e o desejo cresça, dilatando o espaço para eu poder receber ainda mais. Quanto mais demora, mais o dom aumenta. O dom total é Ele. Jesus tomou o pão, partiu-o e deu-o aos discípulos. Então o reconheceram. Quando nos abrimos aos outros e partilhamos com eles tudo o que somos e temos, então veremos Cristo neles e eles o verão em nós. Os outros são o caminho mais curto e mais certo para encontrar Cristo.

     

     

    «Não nos ardia cá dentro o coração»? Tudo arde em pressas e doações no mistério do Cristo ressuscitado. A grande urgência é amar. Por isso correm, porque o amor não sofre distâncias nem ausências. Aparece-lhes o Senhor no caminho e correm logo a dizê-lo aos outros. O Senhor ressuscitado reúne os irmãos e forma a comunidade. A Igreja, comunidade eucarística é Cenáculo de aparições. Tenho de ser para os outros pão partido, eucaristia de Deus.

     

     

    Senhor, fica comigo e ficarei saciado!

     

     

    Comentário do dia : São João Paulo II (1920-2005)
    papa
    Carta apostólica «Mane nobiscum Domine» §§19-20 (© copyright Libreria Editrice Vaticana)

     

     

    «Ficai conosco»

     

     

    Ao pedido dos discípulos de Emaús para que ficasse «com» eles, Jesus responde com um dom muito maior: através do sacramento da Eucaristia, encontrou o modo de permanecer «dentro» deles. Receber a Eucaristia é entrar em comunhão profunda com Jesus. «Permanecei em Mim e Eu permanecerei em vós» (Jo 15,4). Esta relação de íntima e recíproca «permanência» permite-nos antecipar de algum modo o Céu na Terra. Não é porventura este o maior anseio do homem? Não foi isso mesmo o que Deus Se propôs, ao realizar na história o seu desígnio de salvação? Ele colocou no coração do homem a «fome» da sua palavra (Am 8,11), uma fome que ficará saciada apenas na plena união com Ele. A comunhão eucarística foi-nos dada para «nos saciarmos» de Deus nesta Terra, à espera da saciedade plena no Céu.

     

     

    Mas esta intimidade especial, que se realiza na «comunhão» eucarística, não pode ser adequadamente compreendida nem plenamente vivida fora da comunhão eclesial. [...] A Igreja é o corpo de Cristo: caminha-se «com Cristo» na medida em que se está em relação «com o seu corpo». Cristo providencia a geração e o fomento desta unidade com a efusão do Espírito Santo. E Ele mesmo não cessa de promovê-la através da sua presença eucarística. Com efeito, é precisamente o único pão eucarístico que nos torna um só corpo. Afirma-o o apóstolo Paulo: «Uma vez que há um só pão, nós, embora sendo muitos, formamos um só corpo, porque todos participamos do mesmo pão» (1Cor 10,17).

Share Button

<
>
  • VITÓRIA PELA ORAÇÃO

    Vitória pela oração

    por apenas R$ 9,52

  • MORTE: LUCRO OU PERDA?

    Morte: lucro ou perda?

    por apenas R$ 9,52

  • O FOGO DE PENTECOSTES

    O fogo de pentecostes

    por apenas R$ 9,52

  • O MANUAL DA FELICIDADE

    O manual da felicidade

    por apenas R$ 11,12

  • CURA DAS EMOÇÕES EM CRISTO

    Cura das emoções em cristo

    por apenas R$ 10,32

  • BATALHA ESPIRITUAL

    Batalha espiritual

    por apenas R$ 13,60

  • CURA DAS ENFERMIDADES

    Cura das enfermidades

    por apenas R$ 10,00

  • ORAÇÕES DE CURA E  LIBERTAÇÃO

    Orações de cura e libertação

    por apenas R$ 10,32

  • ACENDA A LUZ

    Acenda a luz

    por apenas R$ 13,20

  • COMO REZAR PELA CURA ENTRE AS GERAÇÕES

    Como rezar pela cura entre as gerações

    por apenas R$ 10,00

  • COLHENDO PROSPERIDADE

    Colhendo prosperidade

    por apenas R$ 7,92

  • DEVOCIONARIO NOSSA SRA PRAZERES

    Devocionario nossa sra prazeres

    por apenas R$ 4,80

  • CATÓLICO PODE OU NAO PODE? POR QUE?

    Católico pode ou nao pode? por que?

    por apenas R$ 12,80

  • CATÓLICO PODE OU NAO PODE? POR QUÊ? II

    Católico pode ou nao pode? por quê? ii

    por apenas R$ 12,80

  • O MILAGRE DA EUCARISTIA PARA VOCÊ

    O milagre da eucaristia para você

    por apenas R$ 14,32

  • CERCO DE JERICÓ O CAMINHO DA VITÓRIA

    Cerco de jericó o caminho da vitória

    por apenas R$ 13,20

  • O TEMPO DOS MILAGRES

    O tempo dos milagres

    por apenas R$ 16,80

  • ENVIA O ESPÍRITO SANTO NOVENAS PENTECOSTES

    Envia o espírito santo novenas pentecostes

    por apenas R$ 11,92

  • VISITEMOS JESUS SACRAMENTADO

    Visitemos jesus sacramentado

    por apenas R$ 13,20

  • ELES ENCONTRARAM A FELICIDADE. E VOCÊ?

    Eles encontraram a felicidade. e você?

    por apenas R$ 15,12

  • MAIO COM MARIA

    Maio com maria

    por apenas R$ 6,24

  • O MÊS DE SÃO JOSÉ  DOUTRINA, ORAÇÕES, EXEMPLOS

    O mês de são josé doutrina, orações, exemplos

    por apenas R$ 8,80

  • O GRANDE, O HUMILDE  SÃO MIGUEL

    O grande, o humilde são miguel

    por apenas R$ 10,00

  • MÊS DO CORAÇÃO DE JESUS

    Mês do coração de jesus

    por apenas R$ 11,20

  • O SANTISSIMO NOME DE JESUS

    O santissimo nome de jesus

    por apenas R$ 4,00

  • MENSAGENS ENCONTRO COM CRISTO

    Mensagens encontro com cristo

    por apenas R$ 14,32